Página Inicial
Galeria de Fotos
História da Cidade
  Malhada de Pedras, Destaque  
Sem acordo, final feliz entre Voltaço e João Cleriston fica mais distante
07/11/17
  Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google+ Compartilhar no Pinterest  
2017111617.jpg
Um lado quer uma cláusula de liberação gratuita em caso de proposta de clubes das Séries A e B do Campeonato Brasileiro. O outro não aceita que o projeto pessoal de um jogador esteja acima do planejamento do clube, que disputa a Série C e sonha em conquistar o acesso. A novela envolvendo a renovação de contrato do Volta Redonda com o volante João Cleriston se arrasta desde o fim de setembro, e os últimos episódios não encaminham para um final feliz.

Diretoria e comissão técnica escolheram a dedo os jogadores que gostariam de renovar o contrato. Depois de estender o vínculo de seis atletas, João Cleriston é o último desejo do clube. Assim como fez com outros jogadores, manteve o mesmo salário (reajustado em 30% durante a temporada), já que o fato de continuar na Série C não mudou a situação financeira do Volta Redonda.

Na tentativa de convencê-lo, disponibilizou ainda um valor de auxílio moradia e acrescentou gatilhos de aumento de salário em caso de acesso para a Série B, ou de participação na Copa do Brasil do ano seguinte.

Titular há duas temporadas e importante peça no esquema tático de Felipe Surian, João Cleriston relutou, mas acabou aceitando, desde que fosse incluída a tal cláusula que o clube não abre mão. Com a demora na negociação, a diretoria assumiu que já conversa com outros nomes para a posição.

— Fizemos uma proposta e o João Cleriston não aceitou, porque queria acrescentar uma cláusula para ser liberado de graça caso surgisse alguma proposta e isso o clube não vai fazer. Não podemos colocar um projeto pessoal de um atleta acima do clube. Por conta dessa situação, já estamos buscando outro jogador para o seu lugar - explicou o vice de futebol, Flávio Horta Júnior.

João Cleriston quer ficar. Se sente bem no clube, é adaptado à cidade e vive nas graças da torcida. Só que, aos 23 anos, se vê diante de uma situação em que também precisa pensar nele e não pode desperdiçar uma oportunidade que mude seu patamar dentro do futebol nacional.
— Meu desejo era de permanecer, só que algumas situações empacaram a negociação. No passado, abri mão de situações financeiras melhores. Hoje, também continuo abrindo mão pra ficar, chegamos a um valor, mas não foi o que eu pensava, mas chegamos a um acordo. Então, teve a situação da cláusula de saída. Como eles não estão cedendo, aí não posso fazer nada - disse o jogador.

201711071619.jpg

Não há um prazo para que João Cleriston dê a resposta final ao Volta Redonda, mas as partes estão cada vez mais afastadas e longe de um acordo. O jogador está de férias em Malhada de Pedras, no interior da Bahia, se preparando para seu casamento, marcado para o dia 25 de novembro.

Poucos dias depois, no dia 1º de dezembro, o Voltaço planeja iniciar a preparação para o Campeonato Carioca. O estadual começa para o clube no dia 17 de janeiro, já na estreia da Taça Guanabara, contra o Flamengo. O Voltaço está no grupo B, junto com Flamengo, Vasco, Bangu, Nova Iguaçu e o 1º colocado da seletiva, que será disputada semanas antes.

Via Globo Esporte
1818 Visualizações
 Comentários
Comente esta notícia:
 
SIGA-NOS NO FACEBOOK
 
PREVISÃO DO TEMPO
 
 
 
 

Malhada On-Line - © Todos os Direitos Reservados
Site desenvolvido por: facebook.com/luanpattric
contato@malhadaonline.com
(77) 98831-7570