Página Inicial
Galeria de Fotos
História da Cidade
  Bahia  
Salvador: Mãe queima genitália do filho com isqueiro e é presa em flagrante
20/10/17
  Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google+ Compartilhar no Pinterest  
201710200746.jpg
Clebia dos Santos Costa, 43 anos, pode pegar até 15 anos de prisão por torturar o próprio filho de 8 anos.

Clebia é acusada de queimar a ponta do pênis da criança com um isqueiro.

Em depoimento aos agentes, o filho comoveu os presentes ao descrever que a mãe sempre batia nele. “Ela me bate sempre”. R.C.M ainda mostrou as marcas dos espancamentos na boca, costas e queimadura na genitália. Chorando, Clebia ouviu a criança completar “Agora eu sei que você é uma verdadeira criminosa, que só queria me ver morto”.

Clebia foi presa, no final da tarde desta quinta-feira (19), por policiais da 19ª Companhia Independente, por agressão ao filho. Ela foi autuada em flagrante pela Delegacia Especializada de Repressão a Crime contra Criança e Adolescente (Derca). As penas para os crimes contra crianças apesar de ser uma violência continuada, de deixar sequelas na vítima para o resto da vida dela e de ser equiparado a crime hediondo, pela legislação, a tortura é menos grave e tem pena menor do que em caso de estupro, por exemplo. Já o crime de maus-tratos, como a exposição a perigo da vida ou da saúde de pessoa sob a autoridade, guarda ou vigilância, quer privando-a de alimentação ou cuidados indispensáveis, quer sujeitando-a trabalho excessivo ou inadequado, quer abusando de meios de correção ou disciplina. A Pena é de seis meses a dois anos. Se o crime for tortura, como constranger alguém com emprego de violência ou grave ameaça, causando-lhe sofrimento físico ou mental, a pena varia entre dois e oito anos.

Via 97 News
543 Visualizações
 Comentários
Comente esta notícia:
 
SIGA-NOS NO FACEBOOK
 
PREVISÃO DO TEMPO
 
 
 
 

Malhada On-Line - © Todos os Direitos Reservados
Site desenvolvido por: facebook.com/luanpattric
contato@malhadaonline.com
(77) 98831-7570