Página Inicial
Galeria de Fotos
História da Cidade
  Região, Destaque  
Barragem que abastece Guajeru e Rio do Antônio só tem água para mais 30 dias
14/06/17
Compartilhe! Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google+ Compartilhar no Pinterest  
201706140738.jpg
O ex-secretário de Administração e Planejamento, Antônio Lima , se inscreveu para a participação da Tribuna Livre da Câmara de Vereadores do município de Rio do Antônio no dia 23 de março deste ano, demostrando a preocupação com a crise hídrica e o baixo volume de água armazenada na Barragem Lagoa da Horta, que atende o sistema da Embasa para o abastecimento das cidades de Rio do Antônio e Guajeru, afirmando que se não ocorrerem fortes chuvas, haveria água somente para mais 60 dias. Choveu no mês de abril, e cerca de 70 cm de água foram repostos, que amenizou a situação.

Já na tarde desta segunda-feira, dia 12, Lima esteve mais uma vez na barragem e demostrou nova preocupação. “ Apesar das audiências públicas que realizadas nas Câmaras de Vereadores dos municípios abastecidos por esta barragem, quando foi aprovado o termo de alocação de água 2017/2018, a Agência Nacional de Água solicitou do poder público das prefeituras de Guajerú, Licínio de Almeida, Caculé e Rio do Antônio, o apoio para a recuperação do registro da válvula do fundo de descarga, bem como a desobstrução da válvula de fundo, impedida pela comporta d’água. Neste período esperávamos que os representantes das cidades citadas fizessem o seu papel, para garantir o sistema de abastecimento de água, juntamente com a Embasa, mas nada foi feito, a situação se agravou e é preocupante, e a água disponível, apesar do severo racionamento, dá somente para mais 30 dias”, disse Lima.

Em contato com as prefeituras de Guajeru e Rio do Antônio, os gestores afirmaram estar compromissados para que o problema seja solucionado, prova disso, foram as participações em todas as audiências que tratou da questão. Quanto a desobstrução da da válvula de fundo da Barragem do Truvisco, em Caculé, os gestores de Rio do Antônio e Guajeru, disseram que estão aguardando o orçamento que ficou na responsabilidade da Embasa, para que o rateamento dos custos sejam feitos e bancados pelos envolvidos.

A assessoria da prefeitura de Guajeru, disse ainda, que o prefeito Gil Rocha está empenhado junto ao governo do estado para que seja agilizada as obras da adutora, que solucionará o problema da falta de Água, não só em Guajeru, como também em Rio do Antônio; além disso, poços artesianos serão oferecidos para que a Embasa use a água para abastecer o município.

O assessor da prefeitura de Rio do Antônio, disse que o município também não está omisso à situação, tanto que já se colocou à disposição da Embasa para o que for necessário para que a população não fique sem água, ressaltou ainda a construção da adutora que deverá, em breve, ser um escape na solução da crise hídrica do município.

Via Destaque Bahia
1329 Visualizações
 Comentários
Comente esta notícia:
 
SIGA-NOS NO FACEBOOK
 
previsão do tempo
 
 
 

Malhada On-Line - © Todos os Direitos Reservados
Site desenvolvido por: facebook.com/luanpattric
contato@malhadaonline.com
(77) 98831-7570